Já somos 35705 Pessoas +

publicidade
Retífica Scartezini
Desde 05/03/2001
Cadastre-se

para receber semanalmente uma mensagem!!!

Nome E-mail
Indique um amigo

Convide um amigo a visitar o site...

Seu nome Seu E-mail Nome do amigo E-mail
Publicidade banner cortado 190px776-logo-scartezini

Mensagens

O Perdão


Existia um casal no interior da Inglaterra que morava em uma pequena cidadezinha. Esse casal tinha um único filho chamado John.

John não se dava muito bem com seus pais, principalmente com o pai. Ele era um rapaz muito rebelde. Sempre que podia reclamava para sua mãe:

- Esse homem não me permite fazer nada, até pareço seu escravo, ele só me faz trabalhar. Não posso nem se quer ir a cidade para ver meus amigos.

Um dia quando John estava mais velho, brigou tanto, mas tanto com seu Pai, que resolveu sair de casa. A mãe insistiu:

- Meu filho não vá, vocês vão esquecer essa briga, é passageira.

- Vocês não me amam, vou embora daqui.

John foi para uma cidade grande e devido ao trabalho com seu pai pode arrumar um emprego porque sabia uma profissão e pode assim se sustentar.

Muitos anos se passaram e John se casou com uma linda moça, anos depois teve seu primeiro filho. Num determinado dia, sua esposa lhe disse que queria que os pais dele conhecessem seu filho. John pensou um pouco e disse:

- Não, meus pais não, eles não me amam, eles não vão querer conhecer o neto. E além do mais, muitos anos se passaram e eles já devem ter morrido.

Dois anos depois John teve um outro filho.

Alguns anos após, quando as crianças estavam brincando o mais velho lhe fez uma pergunta que cortou seu coração:

- Papai, nós só conhecemos o vovô e a vovó, os pais da mamãe. Você não tem papai nem mamãe como nós?

Naquele instante John resolveu rever seus pais, tentar uma reaproximação. Escreveu uma carta aos pais que dizia:

“Oi. Aqui é o John, eu me casei e tive dois filhos. Eles querem conhecer vocês. Não sei se depois desses longos anos vocês me perdoaram. Não sei se vão querer me ver, mas irei visitar vocês com minha família. Se me perdoaram, coloque um pano branco onde eu possa ver, porque estarei indo de trem que passa bem em frente à casa de vocês e assim eu saberei se posso voltar ou não”.

John fez todos os preparativos, arrumou as malas e as crianças, pegou o trem, mas estava muito nervoso. Será que eles receberam a carta? Será que me perdoaram? Será que estão vivos? Não parava de andar pra lá e pra cá no trem. Quando chegou à estação anterior ao seu destino, John não conseguia mais se conter, ele suava frio. O trem saiu e John grudado na janela e como a uma criança, não via a hora de chegar a sua antiga casa. O trem entrou em uma curva e John sabia que depois daquela curva ele conseguiria ver a casa de seus pais.

- Após esta curva conseguiremos ver a casa do vovô e da vovó, disse John a seus filhos e esposa.

O trem terminou a curva e John e sua família puderam ver a casa. Ela estava cheia de lençóis brancos, nas cercas, nas janelas e o mais comovente, um casal de velhinhos acenando com lenços brancos para o trem em sinal do perdão a seu filho.

Hoje existe um Pai em algum lugar perdoando seu filho por seus erros...Que tal ser este pai?

Hoje, agora... Fale, telefone, mande uma carta ou um e-mail para seu filho e perdoe.

Acene com um lenço branco.

Alguém com certeza estará esperando!


casal_o_perdao
www.planetamais.com.br
sedwirges

Comentários

essa mensagem foi tremenda,me emocionou e espero q toque a muitas pessoas q nao sabe o verdadeiro valor do perdão,estão de parabens,que DEUS os abencoe!!!
tatiana - 09-11-2010 - fortaleza / CE
Só conseguimos avaliar o quanto somos amados pelos nossos pais no momento que deixamos de ser filhos e nos tornamos pais. Ser pai não é fácil, pois temos que ser exemplos e, com certeza isso é muito complicado. Perdoar é o natural dos pais. Adorei, aliás vocês sempre trazem mensagens especiais aos nossos corações.
Lenira Domingues Ferreira - 09-11-2010 - Santo André / SP
Não sei se sou ou estou muito sentimental por causa de minha gravidez, só sei que senti um forte calor invadir meu peito, mostrando-me como é bonito perdoar. Tenho muito o que perdoar de meu pai, porém sei que também tenho muito a ser perdoada, por isso o mais belo gesto é o do perdão, conforme nos ensinou o Mestre Maior. Parabéns pela mensagem...LINDA!!!!!!!
Fernanda dos Santos Oliveira - 09-11-2010 - Rondonópolis / MT
Essa mensagem ajuda a compreendermos a importância de perdoarmos não só os filhos, porém outras pessoas que nos cercam e nos dão amor e carinho e que, muitas vezes não reconhecemos ou não percebemos.
Paulo Cesar - 09-11-2010 - Jaboticabal / SP
"...Esta é uma das mensagens mais lindas que já li aqui no planeta +,quem não sabe perdoar não esta preparado para viver em paz..."
Alcina Virginia Gontijo Macedo - 09-11-2010 - Goiania / GO
A vida é tão curta, porém, valiosa, e o que temos de mais valioso nesta vida é a nossa família, "nossos pais" em especial, pois são nossos verdadeiros amigos. Curtam e amem a seus pais pois eles amam vocês desde o ventre de sua mãe, e esta mensagem só mostra o quanto os nossos pais são os nossos verdadeiros amigos e só querem o nosso bem, tudo o que nossos pais desejam para nós é apenas que sejamos felizes e realizados. Se você está mal com seus pais, não tenha vergonha nem medo, não deixe para pedir perdão depois, quando eles não mais existirem. Reflita na mensagem que é realidade em muitas famílias.
Alexandra Rodrigues - 09-11-2010 - Marechal Deodoro / AL
É uma das mais belas mensagens que já li, especialmente por ter como tema o perdão...ato de despreendimento tão necessitado nos dias de hoje. Parabéns pela mensagem e por todo trabalho de levar carinho, esclarecimento, paz, amor, enfim, levar emoções por meio deste veículo tão frio, que é a internet. Beijos no coração de toda a equipe.
Walmiza - 09-11-2010 - Manaus / AM

Envie para um amigo

  • Nome:
  • Seu E-mail:
  • Email do seu amigo:
  •